PROJETO SEMIÁRIDO SOLAR: O TRABALHO NÃO PARA (3)

Entre os dias 12 e 13 de outubro, os técnicos do Projeto completaram sua última viagem, depois de 33 meses de atividades (total de aproximadamente 40 viagens realizadas entre Recife/PE e alto sertão paraibano) para averiguar, fazer a manutenção e finalizar as instalações demonstrativas com fontes renováveis de energia.

No dia 12, pela manhã, foi visitado o sítio Jenipapo, no município de Condado,  que conta com um sistema de bombeamento de água para fins de micro-irrigação. Uma pequeno reparo foi realizado.

Assentamento Su00e3o Jou00e3o bombeamentoEm seguida o grupo acompanhado do técnico da Emater local, sr. Ivanaldo, se dirigiu a Associação dos Agropecuaristas do São João (município de Pombal). Lá foi realizado um reparo no sistema de bombeamento. Também neste local uma instalação de produção de polpa de futas, recebeu um sistema solar fotovoltaico conectado a rede elétrica de 2,5 kWp. Tal instalação que pode produzir em torno de 400 kWh/mês, ainda apresenta problemas junto a ENERGISA. A energia produzida pelo gerador fotovoltaico não está sendo registrada na fatura. Após o técnico do Projeto averiguar o desempenho do gerador fotovoltaico chegou-se a conclusão que continua a existir um problema, ou do contador instalado, ou na leitura do referido contador. Já havíamos recebido a reclamação em outra instalação no sitio Cacimba de Boi (município de Cacimba de Areia) de que o leiturista da ENERGISA teve dificuldades em realizar a leitura por desconhecimento do novo tipo de contador instalado, o de dupla via (mede a energia consumida e a energia injetada na rede). Infelizmente os problemas com a ENERGISA são de toda ordem no sentido de dificultar que tais instalações, em particular em áreas rurais, tenham êxito.

biodigestorContinuando o trabalho, nesta sexta-feira, foi visitado a instalação do biodigestor na comunidade quilombola dos Rufinos (ainda em Pombal). Lá um problema na parte de transporte do gás entre o reservatório do gás e o consumo (fogão) tem impedido o pleno funcionamento da instalação. Na última semana de outubro o técnico especialista, Sr. Jucier Jorge, da organização parceira Diaconia, estará no local para resolver este problema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: